Os comentários no Facebook sobre a execução da vereadora Marielle Franco

Uma análise de 1.199 comentários sobre o assassinato da parlamentar e do motorista Anderson Pedro Gomes, retirados das páginas dos jornais O Globo e Estadão


14/10/2018

Rafaela Sinderski

 

Este texto é parte do trabalho “Quatro meses sem Marielle Franco: a violência em comentários sobre a execução da vereadora na rede social Facebook”, apresentado no X Encontro de Pesquisa em Comunicação (Enpecom), na UFPR, em setembro deste ano.

 

Em 14 de março de 2018, Marielle Franco, vereadora do Rio de Janeiro, foi morta a tiros no bairro Estácio, região central da capital fluminense. Os disparos, vindos de submetralhadoras, foram efetuados contra o carro em que se encontravam a parlamentar, sua assessora, ferida por estilhaços, e seu motorista, Anderson Pedro Gomes, outra vítima fatal do ataque. Atuante na defesa de mulheres, negros e de LGBTs, Marielle frequentemente denunciava atos de violência policial praticados contra moradores de comunidades do Rio. Seus assassinos fugiram sem levar os pertences das vítimas, fazendo com que o caso, amplamente noticiado, fosse tido como um crime com motivações políticas.

Com a popularização da internet como plataforma de redes sociais e a apropriação, pelo público, de ferramentas desse ambiente, surgiram, àqueles com acesso à tecnologia, novas possibilidades de estar conectado, de acessar informações e de expressar pontos de vista (AMARAL, 2016; RECUERO, 2014). Nesse cenário, o assassinato de Marielle e Anderson, assim como outros temas em destaque, ganhou uma nova arena para discussão.

Tendo como plano de fundo o quadro exposto até então, este breve texto apresenta uma análise de conteúdo de abordagem quantitativa, cujas unidades de análise são comentários sobre a execução de Marielle Franco e de Anderson Pedro Gomes, publicados em postagens sobre o assunto nas páginas dos jornais O Globo e Estadão. As fanpages foram escolhidas por representarem dois importantes jornais brasileiros e pelo grande número de seguidores: a primeira possui mais de 5,4 milhões; a segunda, mais de 3,6 milhões.

O recorte de tempo do estudo compreende dois períodos: (a) 14 de março, quando as vítimas foram assassinadas, e os dois dias subsequentes – 15 e 16 de março; e (b) a época que corresponde à prisão de dois suspeitos de envolvimento no ataque, o PM reformado Alan de Morais Nogueira e o ex-bombeiro Luiz Cláudio Ferreira Barbosa, mais de quatro meses após o ocorrido – 24, 25 e 26 de julho. Em ambas as épocas, o caso, que ainda não foi solucionado, ganhou bastante espaço nas páginas online dos jornais escolhidos.

A triagem das postagens correspondentes ao recorte temático e temporal foi feita manualmente, por meio do sistema de busca de publicações do próprio Facebook. A palavra-chave utilizada foi “Marielle”. Foram encontradas 91 publicações, totalizando 47.991 comentários, baixados para arquivos em extensão .csv com a ajuda da ferramenta Socialfy, que atuou segundo as limitações que o site de rede social impõe para coletas desse tipo, tais como a proteção à privacidade do usuário. Com o material reunido, calculou-se amostras proporcionais à quantidade de comentários encontrados em cada postagem, com a intenção de melhor representar o universo de dados coletados. Por fim, chegou-se ao total de 1.199 comentários para uma análise de conteúdo feita com cinco variáveis binárias: menção a Marielle Franco; menção a Anderson Gomes; menção a partido político; menção a outra figura política e menção a outros crimes/vítimas. Ainda foi observada a valência de cada variável, podendo ser positiva, negativa ou neutra.

Examinando tais variáveis, relacionadas à presença das menções nas unidades de análise, vê-se que Marielle Franco foi mencionada em aproximadamente 21,7% dos comentários – tal como mostra o gráfico abaixo –; cerca de 6,8 vezes mais do que o motorista Anderson Gomes. A presença dele fica restrita a 3,1% dos materiais estudados, abaixo até mesmo das citações de partidos políticos. Das menções à vereadora, 38,61% possuem contextos negativos, 39,76% são neutros e 21,62% puderam ser identificados como positivos.

GRÁFICO 1 - Menções presentes nos comentários

FONTE: AUTORA (2018)

Destaca-se também a menção a outros crimes e vítimas que, em sua maioria, está ligada a uma contestação do público que deseja ver outros casos resolvidos e noticiados, ou outras vítimas de violência homenageadas. Além disso, outras figuras políticas apareceram nos comentários analisados. Em 21,4% dos materiais que continham essa variável, surgiram referências a Luiz Inácio Lula da Silva (PT); em 62,6%, a Jair Messias Bolsonaro (PSL). Importante ressaltar que as menções ao ex-presidente podem ter relação com uma das postagens feitas pelo jornal O Globo no dia 16 de março, que contém link para notícia com uma declaração do petista sobre o ocorrido. Nenhuma das publicações dos veículos noticiosos referia-se a Bolsonaro, significando que o público trouxe seu nome aos textos de maneira espontânea.

 

 

Referências

AMARAL, Inês. Redes Sociais na Internet: sociabilidades emergentes. Covilhã: Labcom. 2016.

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. Lisboa: Edições 70, 2004.

RECUERO, Raquel. Curtir, compartilhar, comentar: trabalho de face, conversação e redes sociais no Facebook. Revista Verso e Reverso, São Leopoldo, p 114-124, mai. 2014.

 

 

 

 

Agentes políticos versus instituições jornalísticas: Jair Bolsonaro nos editoriais do jornal Folha de S. Paulo

Uma análise realizada com o software de análise lexical Iramuteq

Leia +

Eleições 2018: os temas e as retóricas que fizeram parte dos debates presidenciais

Nos confrontos analisados, a crítica e a sedução foram as estratégias persuasivas mais utilizadas

Leia +

O tema da transparência nos posts de Facebook dos candidatos à prefeitura de Curitiba em 2016

Análise estatística e automatizada mostra de que modo a ideia de transparência é apresentada nas postagens

Leia +

Os comentários no Facebook sobre a execução da vereadora Marielle Franco

Uma análise de 1.199 comentários sobre o assassinato da parlamentar e do motorista Anderson Pedro Gomes, retirados das páginas dos jornais O Globo e Estadão

Leia +

O que fala a política externa de Michel Temer?

Analisando quantitativamente os discursos do governo

Leia +

Como Ratinho e Cida Borghetti se comportaram no Facebook durante o período pré-eleitoral

Uma análise das fanpages dos candidatos ao governo do Paraná

Leia +

Eleições 2018: as semelhanças e diferenças entre os planos de governo dos candidatos do Paraná

Análise léxica de conteúdo apontou as proximidades entre termos usados pelos concorrentes ao posto de governador do estado

Leia +

Da saúde à corrupção: uma análise das propostas dos candidatos ao governo do Paraná

Iniciamos aqui uma série de posts com Análise de Conteúdo dos planos de governo registrados pelos candidatos a governador do Paraná em 2018

Leia +

Nível de polarização dos comentários aos posts do MDB, PSDB e PT

Uma proposta para análise de sentimento em comentários nas fanpages de partidos (Parte 2)

Leia +

Polarização do vocabulário recorrente em comentários a posts partidários

Uma proposta para análise de sentimento em comentários nas fanpages de partidos (Parte 1)

Leia +

As TICs e a transparência nas prefeituras

Uma proposta de estudo sobre a transparência dos municípios brasileiros sob o ponto de vista da capacidade de TI das prefeituras

Leia +

Público em rede: como as redes sociais online se tornam espaço para conversação

Um comentário sobre a construção do Facebook como ambiente de difusão de discursos

Leia +

Interações entre instituições tradicionais de comunicação e redes sociais online

Peculiaridades da mídia tradicional com o crescimento do papel ativo dos meios digitais

Leia +

Corrupção e Lava- jato no HGPE de Curitiba 2016

Uma discussão temática sobre a propaganda televisiva majoritaria

Leia +

O voto útil nas eleições de Curitiba

Uma breve análise sobre o voto útil nas eleições municipais de 2016 em Curitiba

Leia +

A influência da mídia tradicional nas discussões políticas no Twitter

Uma observação da relação entre meios de comunicação originalmente impressos e o microblog.

Leia +

Analisando o comportamento dos candidatos à prefeitura de Curitiba em 2016 no Twitter

Quais temas e estratégias de diálogo foram assumidas pelos candidatos na rede social

Leia +

Desdobramentos do Tempo da Política em ano de eleições nacionais

Uma observação sobre a construção temática do processo eleitoral

Leia +

Quase imperceptível: A Operação Lava Jato nas eleições municipais de Curitiba

Uma análise dos comentários de Facebook nas páginas dos candidatos ao cargo de prefeito

Leia +

Os discursos de Dilma Rousseff

Uma análise audiência dos 900 discursos proferidos pela ex-presidenta no exercício do mandato

Leia +

A e-transparência pública e a TI na administração pública

O impacto da infraestrutura de tecnologia da informação na divulgação das informações de gestão fiscal

Leia +

O monitoramento das instituições via redes sociais online

Uma análise exploratória do conteúdo de comentários em páginas de instituições representativas no Facebook

Leia +

Campanhas invisíveis

São as consequências da nova lei eleitoral para a propaganda política

Leia +

Radicalização online

Uma análise da conversação na eleição presidencial brasileira de 2014

Leia +

Corram que os partidos sumiram

Uma análise dos tweets de portais de notícia nas eleições de 2016

Leia +

Positiva, neutra ou negativa?

Valência dos tweets de Gazeta do Povo, Paraná Portal e Portal Bem Paraná na eleição à Prefeitura de Curitiba em 2016

Leia +

Eleições sem candidatos

Os tweets de portais de notícia nas eleições municipais de Curitiba em 2016

Leia +

Soft e Hard News no Twitter de jornais de Curitiba durante a campanha de 2016

As postagens de portais paranaenses sob a perspectiva dos tipos de notícias

Leia +

Os tweets jornalísticos na campanha de 2016 em Curitiba

Nova série de comentários aborda as publicações de portais jornalísticos no Twitter durante as eleições municipais

Leia +

Campanha de partidos invisíveis

A menção a partidos no Twitter dos candidatos à prefeitura de Curitiba em 2016

Leia +

Estratégia eleitoral em 140 caracteres

Para que o Twitter foi utilizado pelos candidatos a prefeito de Curitiba em 2016

Leia +

Temas de campanha no twitter

Assuntos abordados pelos candidatos à prefeitura de Curitiba em 2016 no microblog

Leia +

Dá um retweet aí

A (baixa) interação no Twitter dos candidatos a prefeitura de Curitiba em 2016

Leia +

As eleições para Prefeito de Curitiba em 140 caracteres

Dados do CPOP, que serão discutidos nas próximas semanas, revelam como o Twitter foi utilizado por candidatos e empresas jornalísticas durante a campanha de 2016

Leia +

Hashtags críticas a Fruet na campanha de 2016

Durante a disputa pela Prefeitura de Curitiba, o candidato à reeleição concentrou manifestações negativas em comentários se comparado a Greca e Leprevost no Facebook

Leia +

O discurso de posse conservador é sempre o mesmo?

Uma análise comparada entre os discursos inaugurais de Michel Temer, Donald Trump e Theresa May

Leia +

A Lava Jato no HGPE de Curitiba

O uso de imagens de manifestações de rua contrárias e favoráveis à Operação na campanha dos candidatos a prefeito em 2016

Leia +

Partindo para o ataque no HGPE

O uso da campanha negativa pelos candidatos à Prefeitura de Curitiba em 2016

Leia +

Quem falou sobre saúde nos programas eleitorais na eleição à Prefeitura de Curitiba em 2016?

No segundo turno há uma inversão de estratégia: os dois principais candidatos deixam de ser os oradores majoritários sobre a saúde curitibana

Leia +

Continuando a exploração: HGPE e eleições em Curitiba

Os principais temas de campanha abordados pelos candidatos à Prefeitura em 2016

Leia +

O Formato do HGPE na disputa pela prefeitura de Curitiba

Semelhanças e diferenças entre os programas de Rafael Greca e Ney Leprevost em 2016

Leia +

A disputa pela prefeitura na TV

Nova série de posts do CPOP comentará a propaganda eleitoral televisiva dos candidatos a prefeito de Curitiba

Leia +

Impeachment, discurso e Michel Temer

Uma análise de pronunciamentos pré e pós a Presidência da República

Leia +

Hashtag Eleições2016?

O uso de marcadores pelos comentadores em posts de jornais de Curitiba no Facebook

Leia +

Eleições 2016: citações aos candidatos à prefeitura de Curitiba nas fanpages de jornais

Como facebook de Gazeta do Povo, Bem Paraná e Paraná Portal trataram dos concorrentes majoritários

Leia +

“Comentários-Resposta” no Facebook durante a campanha eleitoral de Curitiba em 2016

Comparação do volume de respostas em comentários dos posts da Gazeta do Povo, Bem Paraná e Paraná Portal

Leia +

É sobre eleição? Deixa que eu comento depois

Intensidade de comentários nos posts da Gazeta do Povo sobre a campanha de Curitiba em 2016

Leia +

Da cobertura política tradicional à política no Facebook da Gazeta do Povo

Eleições municipais de 2016 na página do jornal na rede social

Leia +

De manhã sou mal humorado, prefiro não comentar

Hora de falar com o candidato: análise dos comentários nas páginas de Facebook dos candidatos à prefeitura de Curitiba em 2016

Leia +

Houve diálogo entre candidatos e eleitores no Facebook?

A atuação das campanhas via comentários nas eleições de 2016

Leia +

Facebook, esquerda e eleições 2016 em Curitiba

Temas predominantes nos comentários realizados nas fanpages de Requião Filho, Tadeu Veneri e Xênia Mello

Leia +

Sobre o que os internautas estavam falando?

Comentários nas fanpages de Greca, Fruet e Leprevost durante a campanha eleitoral de 2016

Leia +

Comportamento online e opinião pública na eleição municipal de Curitiba em 2016

Diferenças observadas a partir dos comentários nas fanpages dos candidatos a prefeito

Leia +

Valências das hashtags com menção a candidatos em comentários às páginas de campanha

O debate nos comentários de Facebook dos candidatos à prefeitura de Curitiba em 2016

Leia +

Hashtags e menção dos candidatos em comentários às páginas de campanha

O debate nos comentários de Facebook dos candidatos à prefeitura de Curitiba em 2016

Leia +

Hashtags, demandas e apoio político nas eleições de Curitiba

Interações nos comentários de Facebook na disputa pela prefeitura em 2016

Leia +

A construção da imagem dos candidatos à prefeitura de Curitiba na TV

Diferenças no uso do HGPE no 1º turno das eleições municipais de 2016

Leia +

Travessias da política na Copa 2014

a cobertura jornalística da Folha de S. Paulo

Leia +

A Geografia Eleitoral precisa de você!

E você pode fazer muito com pouco que a geografia eleitoral te oferece

Leia +

Imagem partidária nas eleições presidenciais de 2014

Como PT e PSDB apareceram nos horários eleitorais de seus candidatos a presidente

Leia +

Como os candidatos à presidência usaram o HGPE

O Horário eleitoral e a formação das imagens política na campanha de 2014

Leia +

Guerra ao terror ou aos terroristas

Apropriação da gramática midiática dos grupos terroristas

Leia +

Como pensa o eleitor de baixa renda?

Avaliação de governo, ideologia e voto para presidente em 2002 e 2006 no Brasil

Leia +

Participação política online: uma análise sobre a reflexividade nos comentários

O facebook da Folha de S. Paulo nas eleições de 2014

Leia +

Sucesso eleitoral e coligações para prefeitos no Paraná em 2016

é possível antecipar algo a respeito de 2018?

Leia +