Entre as eleitas para a Câmara Municipal da capital paranaense em 2020, quem atuou de maneira mais intensa no Twitter?

Rafaela Mazurechen Sinderski

Sabe-se que as mulheres são sub-representadas no universo da política e que esse é um cenário generalizado, relacionado a diferentes esferas de poder e a vários lugares do mundo (NORRIS E INGLEHART, 2001, 2005; MIGUEL E BIROLI, 2010; CHILDS E LOVENDUSKI, 2013; PANKE E IASULAITIS, 2016; PAXTON, HUGHES E BARNES, 2020). É certo que, nas últimas décadas, a presença feminina nos espaços de tomada de decisão cresceu (MASSUCHIN, MARQUES E MITOZO, 2020), mas elas ainda são minorias nos parlamentos ao redor do globo (ONU MULHERES E UNIÃO INTERPARLAMENTAR, 2020) e ainda enfrentam barreiras estruturais, institucionais e culturais para ascender no campo político (NORRIS E INGLEHART, 2005).

Em um contexto eleitoral, as candidatas femininas precisam enfrentar o impacto dos estereótipos de gênero na escolha do eleitorado (MASSUCHIN, MARQUES E MITOZO, 2020), a desigualdade na representação midiática – que costuma ser mais favorável a seus colegas homens (MIGUEL E BIROLI, 2011; SARMENTO, 2018) – e a invisibilidade, já que elas, normalmente, têm menos tempo de televisão para veiculação de propaganda política do que os postulantes masculinos (CARVALHO, KNIESS E FONTES, 2016).

 Frente a essa disparidade, plataformas como o Twitter assumem importância para a campanha de muitas candidatas, que podem interagir de maneira direta com seu público e apresentar suas propostas de forma rápida e menos custosa (MASSUCHIN, MARQUES E MITOZO, 2020). Por isso, este texto foca em eleições, redes sociais on-line e presença feminina na política, trazendo dados sobre o uso do Twitter por mulheres que concorreram e foram eleitas para a Câmara Municipal de Curitiba durante o pleito de 2020. O objetivo é compreender se há alguma relação entre a intensidade de uso da plataforma on-line – medida pelo número de tweets publicados – e a quantidade de votos recebidos por cada uma das vereadoras. Com ajuda do pacote TwitteR para o ambiente de programação R, foram coletadas as postagens de seis das sete representantes eleitas. O quadro 1 mostra a relação de vereadoras estudadas.

Quadro 1 – Vereadoras eleitas para a Câmara Municipal de Curitiba em 2020

Fonte: autora (2021), com dados disponibilizados pelo TSE .

Read More