Levantamento mostra que, dos 306 candidatos a prefeito(a) nas capitais brasileiras, 261 tinham contas ativas no Twitter

Afonso Verner

O Twitter tem se revelado como uma plataforma de rede social utilizada pela elite política e também pela elite intelectual (ROSSETO, CARREIRO E ALMADA, 2013) para realização de campanhas on-line. No caso brasileiro, existem estudos de fôlego sobre o uso dessa rede social para campanhas nacionais (AGGIO, 2014), além de pesquisas que detalham tal uso em disputas subnacionais (CERVI E MASSUCHIN, 2012). 

Diante desse cenário, este comentário busca apresentar dados sobre o uso da rede social na disputa pelas prefeituras das capitais brasileiras na eleição de 2020. Com a pandemia da COVID-19 e as mudanças no calendário eleitoral, o uso de mecanismos on-line para fazer campanha tornou-se ainda mais importante. Diante disso, a equipe do CPOP realizou o levantamento e acompanhamento do uso do Twitter nas eleições para as capitais. 

Ao todo, o pleito de 2020 teve 304 candidatos(as) a prefeito(a) nas 26 capitais brasileiras – todos eles tiveram candidaturas registradas no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), mas nem todos tiveram o registro concedido. Aqui se exclui o Distrito Federal, que não possui eleição para prefeito ou vereador, já que está submetido a outro tipo de organização político-administrativa.

Com base em buscas realizadas tanto no Twitter quanto no buscador Google, foram encontrados 261 candidatos(as) com contas ativas no site de rede social – o número representa mais de 85% do total de participantes do pleito, o que já revela a importância do uso desse mecanismo para campanhas municipais em grandes centros urbanos. A pesquisa dos perfis foi realizada no mês de outubro de 2020, guiada pela preocupação e pelo cuidado em localizar o maior número de contas de prefeituráveis possível, visto que muitos postulantes que participaram do pleito tinham nomes “comuns” ou mesmo homônimos.

A primeira tabela expõe dados sobre a quantidade de candidaturas registradas em cada uma das capitais. Além disso, há duas colunas que trazem o número de candidatos ativos no Twitter. Com isso, a última coluna apresenta uma porcentagem da utilização do Twitter nas disputas pelas prefeituras em capitais brasileiras.

Tabela 1 – Candidatos e a presença no Twitter

Fonte: Autor (2020).

Read More