Projetos de Pesquisa

Em Andamento

Opinião Pública e debate político na web

O projeto desenvolvido no âmbito do Grupo de Pesquisa em Comunicação Política e Opinião Pública (CPOP) analisa o debate sobre temas públicos em webportais de notícias e em redes sociais com o objetivo de verificar que conteúdos mais mobilizam os debatedores e quais as formas predominantes de participação nas novas modalidades de debate público em ambientes digitais. O objeto de análise é a comunicação política, em especial em processos eleitorais, que se desenrolam em ambientes informacionais complexos, principalmente mediados pelas novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs). Um objetivo complementar é recolher (minerar) dados comparativos entre conteúdos postados em diferentes websites e o perfil do debate em cada um dos espaços, assim como a relação das posições públicas dos produtores de conteúdos, notadamente os portais noticiosos, e as opiniões dos webleitores nos espaços públicos de comentários de portais eletrônicos e redes sociais. As principais questões que norteiam a pesquisa são: como se dá o debate político em ambientes típicos das novas tecnologias de comunicação? No caso brasileiro, é possível identificar diferenças significativas em relação ao debate apresentado pelos meios convencionais de difusão de informação, em especial os impressos? Existe um novo espaço de socialização e debate livre das restrições institucionais dos meios de comunicação convencionais, com maior pluralidade de vozes e participação do cidadão interessado em política? A metodologia predominante é quantitativa de análise de conteúdo a partir de categorias pré-estabelecidas como temas, abrangência, disposição para debate e presença dos nomes das personalidades públicas nos conteúdos da web.

Concluídos

O que os usuários leem e repercutem nos portais de notícias? Análise comparativa entre o conteúdo produzido e acessado pelos internautas

Este projeto pretende analisar as notícias dos portais UOL, Terra, G1, O Globo e Folha de São Paulo que são geradas pelos usuários e o conteúdo informativo que eles mais acessam nestes mesmos veículos. Para a pesquisa empírica foram escolhidos estes sites, pois apresentam espaços próprios para textos dos leitores e o ranking das notícias mais lidas do dia. O objetivo é apresentar dados comparativos entre o conteúdo postado pelos internautas nos cinco portais estudados e, ao mesmo tempo, identificar se há proximidade entre essas notícias enviadas para os veículos e aquelas que eles mais acessam diariamente nestes mesmos locais. A metodologia a ser utilizada é quantitativa de análise de conteúdo e apresentará determinadas variáveis e categorias, tais como temática, abrangência, valor-notícia, formato, tamanho, presença de elementos gráficos, quantidade diária de entradas, entre outras, as quais serão usadas tanto para a análise dos textos postados como daqueles lidos. A hipótese principal é que as temáticas mais acessadas pelos leitores são softnews (entretenimento, esporte e cultura) enquanto que o conteúdo postado por eles é caracterizado como hardnews, estando relacionado a temas políticos, sociais e de interesse público. O período estipulado para coleta de dados é de três meses e por meio da pesquisa comparativa será possível identificar as características das notícias e testar a hipótese apresentada.

O PT e o PSDB nas eleições nacionais brasileiras: análise dos fatores políticos e socioeconômicos que levaram à polarização partidária em disputas presidenciais brasileiras entre 1994 e 2014

A pesquisa insere-se na área de eleições partidos e representação política. Trata de maneira associada as condições institucionais dos partidos, tais como estrutura nacional e regional, força eleitoral nas disputas subnacionais e resultados de governos anteriores às disputas para entender os resultados das eleições para presidência do Brasil entre 1994 e 2014, em especial no que diz respeito à polarização entre PT e PSDB. O objetivo é analisar os resultados eleitorais dos dois partidos para a presidência da república a partir de 1994, usando como variáveis explicativas a estrutura partidária de um lado, o que compõe a dimensão política, e variáveis socioeconômicas, por outro, a chamada dimensão societal, para estudar a polarização desses dois partidos nas disputas nacionais brasileiras. A metodologia é de análise quantitativa de séries temporais de dados eleitorais, institucionais, de resultados de políticas públicas e socioeconômicos. A hipótese é que enquanto no governo o partido conta mais com os resultados de políticas públicas para o desempenho eleitoral enquanto o partido de oposição conta mais com a estrutura política para o resultado das eleições. Isso valeria tanto para o PT quanto para o PSDB.

USO DE NOVAS TECNOLOGIAS NAS ELEIÇÕES MUNICIPAIS DE 2012: Análise comparativa de candidatos nos principais municípios do PR

O surgimento das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) em finais do século XX e seu posterior desenvolvimento e massificação nos últimos anos vem suscitando amplos debates acerca de seu papel nas sociedades contemporâneas e, mais particularmente, sobre seus impactos nas democracias parlamentares e eleitorais. Teóricos de vários matizes, gestores públicos e analistas da imprensa têm disseminado a idéia de que essas novas tecnologias, principalmente a Internet, ao abrir canais de comunicação e interação mais práticos e econômicos modificarão substancialmente a forma como as pessoas se relacionam em várias dimensões de sua vida social. A Política, como parte integrante do conjunto das relações sociais, também não deixaria de sofrer sua influência. Expressando o interesse cada vez maior dos estudiosos sobre os impactos da internet nos processos de representação política e nos sistemas políticos contemporâneos de uma maneira geral, a questão do uso das NTICs nas democracias representativas vem suscitando uma produção científica expressiva, que busca analisar os diferentes usos da web pelos diferentes atores e instituições que integram o ?sistema político virtual? (órgãos governamentais, parlamentos, candidatos às eleições, parlamentares, partidos políticos, bem como movimentos sociais), e suas repercussões nas formas de ação coletiva e de comportamento político de tais atores (NORRIS, 2000; CHADWICK, 2008). O objeto de pesquisa é comunicação política em processos eleitorais que se desenrolam em ambientes informacionais complexos, principalmente mediados pelas novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs). O objetivo é acompanhar o uso das novas tecnologias como forma de contato entre eleitores e candidatos nas eleições municipais de 2012 nos principais municípios do Paraná, abrangendo a capital do estado e os maiores municípios (aqueles com mais de 200 mil eleitores, com possibilidade de eleição em dois turnos), através do monitoramento dos con. O surgimento das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) em finais do século XX e seu posterior desenvolvimento e massificação nos últimos anos vem suscitando amplos debates acerca de seu papel nas sociedades contemporâneas e, mais particularmente, sobre seus impactos nas democracias parlamentares e eleitorais. Teóricos de vários matizes, gestores públicos e analistas da imprensa têm disseminado a idéia de que essas novas tecnologias, principalmente a Internet, ao abrir canais de comunicação e interação mais práticos e econômicos modificarão substancialmente a forma como as pessoas se relacionam em várias dimensões de sua vida social. A Política, como parte integrante do conjunto das relações sociais, também não deixaria de sofrer sua influência. Expressando o interesse cada vez maior dos estudiosos sobre os impactos da internet nos processos de representação política e nos sistemas políticos contemporâneos de uma maneira geral, a questão do uso das NTICs nas democracias representativas vem suscitando uma produção científica expressiva, que busca analisar os diferentes usos da web pelos diferentes atores e instituições que integram o ?sistema político virtual? (órgãos governamentais, parlamentos, candidatos às eleições, parlamentares, partidos políticos, bem como movimentos sociais), e suas repercussões nas formas de ação coletiva e de comportamento político de tais atores (NORRIS, 2000; CHADWICK, 2008). O objeto de pesquisa é comunicação política em processos eleitorais que se desenrolam em ambientes informacionais complexos, principalmente mediados pelas novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs). O objetivo é acompanhar o uso das novas tecnologias como forma de contato entre eleitores e candidatos nas eleições municipais de 2012 nos principais municípios do Paraná, abrangendo a capital do estado e os maiores municípios (aqueles com mais de 200 mil eleitores, com possibilidade de eleição em dois turnos), através do monitoramento dos con. O surgimento das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) em finais do século XX e seu posterior desenvolvimento e massificação nos últimos anos vem suscitando amplos debates acerca de seu papel nas sociedades contemporâneas e, mais particularmente, sobre seus impactos nas democracias parlamentares e eleitorais. Teóricos de vários matizes, gestores públicos e analistas da imprensa têm disseminado a idéia de que essas novas tecnologias, principalmente a Internet, ao abrir canais de comunicação e interação mais práticos e econômicos modificarão substancialmente a forma como as pessoas se relacionam em várias dimensões de sua vida social. A Política, como parte integrante do conjunto das relações sociais, também não deixaria de sofrer sua influência. Expressando o interesse cada vez maior dos estudiosos sobre os impactos da internet nos processos de representação política e nos sistemas políticos contemporâneos de uma maneira geral, a questão do uso das NTICs nas democracias representativas vem suscitando uma produção científica expressiva, que busca analisar os diferentes usos da web pelos diferentes atores e instituições que integram o ?sistema político virtual? (órgãos governamentais, parlamentos, candidatos às eleições, parlamentares, partidos políticos, bem como movimentos sociais), e suas repercussões nas formas de ação coletiva e de comportamento político de tais atores (NORRIS, 2000; CHADWICK, 2008). O objeto de pesquisa é comunicação política em processos eleitorais que se desenrolam em ambientes informacionais complexos, principalmente mediados pelas novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs). O objetivo é acompanhar o uso das novas tecnologias como forma de contato entre eleitores e candidatos nas eleições municipais de 2012 nos principais municípios do Paraná, abrangendo a capital do estado e os maiores municípios (aqueles com mais de 200 mil eleitores, com possibilidade de eleição em dois turnos), através do monitoramento dos con. O surgimento das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) em finais do século XX e seu posterior desenvolvimento e massificação nos últimos anos vem suscitando amplos debates acerca de seu papel nas sociedades contemporâneas e, mais particularmente, sobre seus impactos nas democracias parlamentares e eleitorais. Teóricos de vários matizes, gestores públicos e analistas da imprensa têm disseminado a idéia de que essas novas tecnologias, principalmente a Internet, ao abrir canais de comunicação e interação mais práticos e econômicos modificarão substancialmente a forma como as pessoas se relacionam em várias dimensões de sua vida social. A Política, como parte integrante do conjunto das relações sociais, também não deixaria de sofrer sua influência. Expressando o interesse cada vez maior dos estudiosos sobre os impactos da internet nos processos de representação política e nos sistemas políticos contemporâneos de uma maneira geral, a questão do uso das NTICs nas democracias representativas vem suscitando uma produção científica expressiva, que busca analisar os diferentes usos da web pelos diferentes atores e instituições que integram o ?sistema político virtual? (órgãos governamentais, parlamentos, candidatos às eleições, parlamentares, partidos políticos, bem como movimentos sociais), e suas repercussões nas formas de ação coletiva e de comportamento político de tais atores (NORRIS, 2000; CHADWICK, 2008). O objeto de pesquisa é comunicação política em processos eleitorais que se desenrolam em ambientes informacionais complexos, principalmente mediados pelas novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs). O objetivo é acompanhar o uso das novas tecnologias como forma de contato entre eleitores e candidatos nas eleições municipais de 2012 nos principais municípios do Paraná, abrangendo a capital do estado e os maiores municípios (aqueles com mais de 200 mil eleitores, com possibilidade de eleição em dois turnos), através do monitoramento dos con. O surgimento das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação (NTICs) em finais do século XX e seu posterior desenvolvimento e massificação nos últimos anos vem suscitando amplos debates acerca de seu papel nas sociedades contemporâneas e, mais particularmente, sobre seus impactos nas democracias parlamentares e eleitorais. Teóricos de vários matizes, gestores públicos e analistas da imprensa têm disseminado a idéia de que essas novas tecnologias, principalmente a Internet, ao abrir canais de comunicação e interação mais práticos e econômicos modificarão substancialmente a forma como as pessoas se relacionam em várias dimensões de sua vida social. A Política, como parte integrante do conjunto das relações sociais, também não deixaria de sofrer sua influência. Expressando o interesse cada vez maior dos estudiosos sobre os impactos da internet nos processos de representação política e nos sistemas políticos contemporâneos de uma maneira geral, a questão do uso das NTICs nas democracias representativas vem suscitando uma produção científica expressiva, que busca analisar os diferentes usos da web pelos diferentes atores e instituições que integram o ?sistema político virtual? (órgãos governamentais, parlamentos, candidatos às eleições, parlamentares, partidos políticos, bem como movimentos sociais), e suas repercussões nas formas de ação coletiva e de comportamento político de tais atores (NORRIS, 2000; CHADWICK, 2008). O objeto de pesquisa é comunicação política em processos eleitorais que se desenrolam em ambientes informacionais complexos, principalmente mediados pelas novas tecnologias de informação e comunicação (NTICs). O objetivo é acompanhar o uso das novas tecnologias como forma de contato entre eleitores e candidatos nas eleições municipais de 2012 nos principais municípios do Paraná, abrangendo a capital do estado e os maiores municípios (aqueles com mais de 200 mil eleitores, com possibilidade de eleição em dois turnos), através do monitoramento dos con.

Notícia e Visibilidade de Fatos Sociais: como e quais temas públicos conseguem se transformar em “matéria” de primeira página nos jornais

A orientação geral do projeto está relacionada à continuidade de trabalhos já desenvolvidos nos últimos anos a respeito da cobertura da imprensa brasileira em períodos eleitorais. Tais trabalhos têm resultado em um fértil espaço de debate acadêmico, seja na área dos estudos de comunicação, seja nos estudos sobre política. O propósito, aqui, é ampliar o escopo desse tipo de trabalho, aplicando a metodologia e questões norteadoras dos trabalhos sobre cobertura em momentos especiais, como os eleitorais, na cobertura cotidiana dos jornais. Busca-se entender que eventos conseguem ganhar status de referentes noticiosos em alguns jornais diários brasileiros de forma comparativa entre veículos de circulação nacional, regional ou local. Para tanto, parte-se do conceito de noticiabilidade, que aqui é considerado como sendo o conjunto de elementos identificados como pertencentes aos fatos sociais, através dos quais os jornalistas controlam o tipo e a quantidade de acontecimentos sociais que servirão de base para a produção das notícias. Com a pesquisa será possível identificar possíveis padrões de continuidade ou ruptura nos critérios de noticiabilidade dos veículos de comunicação impressos analisados. A partir da análise dos conteúdos das primeiras páginas dos jornais pretende-se identificar que temas ganham destaque e que critérios de noticiabilidade mais aparecerem nas coberturas diárias. A hipótese provisória adotada aqui é a de que o conceito de centralização de padrões e reprodução de temas noticiáveis não se sustenta e que os jornais com circulação local apresentam uma lógica própria de noticiabilidade que os distingue daqueles com circulação regional e nacional. A orientação geral do projeto está relacionada à continuidade de trabalhos já desenvolvidos nos últimos anos a respeito da cobertura da imprensa brasileira em períodos eleitorais. Tais trabalhos têm resultado em um fértil espaço de debate acadêmico, seja na área dos estudos de comunicação, seja nos estudos sobre política. O propósito, aqui, é ampliar o escopo desse tipo de trabalho, aplicando a metodologia e questões norteadoras dos trabalhos sobre cobertura em momentos especiais, como os eleitorais, na cobertura cotidiana dos jornais. Busca-se entender que eventos conseguem ganhar status de referentes noticiosos em alguns jornais diários brasileiros de forma comparativa entre veículos de circulação nacional, regional ou local. Para tanto, parte-se do conceito de noticiabilidade, que aqui é considerado como sendo o conjunto de elementos identificados como pertencentes aos fatos sociais, através dos quais os jornalistas controlam o tipo e a quantidade de acontecimentos sociais que servirão de base para a produção das notícias. Com a pesquisa será possível identificar possíveis padrões de continuidade ou ruptura nos critérios de noticiabilidade dos veículos de comunicação impressos analisados. A partir da análise dos conteúdos das primeiras páginas dos jornais pretende-se identificar que temas ganham destaque e que critérios de noticiabilidade mais aparecerem nas coberturas diárias. A hipótese provisória adotada aqui é a de que o conceito de centralização de padrões e reprodução de temas noticiáveis não se sustenta e que os jornais com circulação local apresentam uma lógica própria de noticiabilidade que os distingue daqueles com circulação regional e nacional. A orientação geral do projeto está relacionada à continuidade de trabalhos já desenvolvidos nos últimos anos a respeito da cobertura da imprensa brasileira em períodos eleitorais. Tais trabalhos têm resultado em um fértil espaço de debate acadêmico, seja na área dos estudos de comunicação, seja nos estudos sobre política. O propósito, aqui, é ampliar o escopo desse tipo de trabalho, aplicando a metodologia e questões norteadoras dos trabalhos sobre cobertura em momentos especiais, como os eleitorais, na cobertura cotidiana dos jornais. Busca-se entender que eventos conseguem ganhar status de referentes noticiosos em alguns jornais diários brasileiros de forma comparativa entre veículos de circulação nacional, regional ou local. Para tanto, parte-se do conceito de noticiabilidade, que aqui é considerado como sendo o conjunto de elementos identificados como pertencentes aos fatos sociais, através dos quais os jornalistas controlam o tipo e a quantidade de acontecimentos sociais que servirão de base para a produção das notícias. Com a pesquisa será possível identificar possíveis padrões de continuidade ou ruptura nos critérios de noticiabilidade dos veículos de comunicação impressos analisados. A partir da análise dos conteúdos das primeiras páginas dos jornais pretende-se identificar que temas ganham destaque e que critérios de noticiabilidade mais aparecerem nas coberturas diárias. A hipótese provisória adotada aqui é a de que o conceito de centralização de padrões e reprodução de temas noticiáveis não se sustenta e que os jornais com circulação local apresentam uma lógica própria de noticiabilidade que os distingue daqueles com circulação regional e nacional. A orientação geral do projeto está relacionada à continuidade de trabalhos já desenvolvidos nos últimos anos a respeito da cobertura da imprensa brasileira em períodos eleitorais. Tais trabalhos têm resultado em um fértil espaço de debate acadêmico, seja na área dos estudos de comunicação, seja nos estudos sobre política. O propósito, aqui, é ampliar o escopo desse tipo de trabalho, aplicando a metodologia e questões norteadoras dos trabalhos sobre cobertura em momentos especiais, como os eleitorais, na cobertura cotidiana dos jornais. Busca-se entender que eventos conseguem ganhar status de referentes noticiosos em alguns jornais diários brasileiros de forma comparativa entre veículos de circulação nacional, regional ou local. Para tanto, parte-se do conceito de noticiabilidade, que aqui é considerado como sendo o conjunto de elementos identificados como pertencentes aos fatos sociais, através dos quais os jornalistas controlam o tipo e a quantidade de acontecimentos sociais que servirão de base para a produção das notícias. Com a pesquisa será possível identificar possíveis padrões de continuidade ou ruptura nos critérios de noticiabilidade dos veículos de comunicação impressos analisados. A partir da análise dos conteúdos das primeiras páginas dos jornais pretende-se identificar que temas ganham destaque e que critérios de noticiabilidade mais aparecerem nas coberturas diárias. A hipótese provisória adotada aqui é a de que o conceito de centralização de padrões e reprodução de temas noticiáveis não se sustenta e que os jornais com circulação local apresentam uma lógica própria de noticiabilidade que os distingue daqueles com circulação regional e nacional.